Mosteiro da Santa Face

e do Puríssimo e Doloroso Coração de Maria

"[...] Para que minhas criaturas se recordem de minha eterna caridade, aprouve-me escolher este Instituto para que seja uma Viva Memória para todos os homens do mundo, de tudo quanto se aprouve meu Filho Unigênito realizar por sua salvação pelo espaço de trinta e três anos em que ele habitou no mundo como homem viajor.” (Prólogo da Regra Primitiva)

O Espírito do Instituto:  a Viva Memória

"- Filha, está desejosa de saber como poderias dar-me mais gosto neste mundo... Vive este modo de vida.  "

 

“Entrarás na memória de minha vida e em todas as horas que são prescritas na minha e tua Regra:  isto quer dizer viver no meu Espírito e nas mesmas obras de minha vida”.

 

“- Filha, eu serei a lâmpada de tuas ações...  Este é o espírito de teu Instituto:  a viva memória e minha imitação, como se eu vivesse entre vós”.

“- A vossa vida consiste em fazer o ofício de Madalena na santa contemplação:  felizes serão aquelas Religiosas que praticarem com amorosa vigilância...  A minha memória”.

(Solilóquio Nono)

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9